terça-feira, 25 de maio de 2010

Sorria!!!...Está a ser animado!!!...3ª Parte




Zézinho Marafado ( filho do Zé Marafado )

Na escola c+s de Quarteira a professora faz um questionario... A professora pergunta: -- Paulinho...qual e a coisa mais rápida do mundo...??? O Paulinho responde: -- Ora... é um pensamento...
E a professora pergunta: -- Porque...Paulinho...??? O Paulinho responde: -- Porque um pensamento ocorre quase instantaneamente... A professora diz: -- Muito bem... excelente resposta...
agora diz-me tu Anita... qual é a coisa mais rápida do mundo...??? A Anita responde: -- Um piscar de olhos... stora... A professora pergunta: -- Porque... Anita...???? A Anita responde: -- Porque e tão rápido que as vezes nem o vemos... A professora diz: -- Óptimo...
diz-me agora tu Luizinho... qual é a coisa mais rápida do mundo...??? O Luizinho responde: -- A eletricidade... stora... A professora pergunta: -- Porque... Luizinho...??? O Luizinho responde: -- Veja... ao ligarmos um interruptor... acendemos uma lâmpada a 5km de distância instantaneamente... A professora disse: -- Excelente...
agora diz tu Zézinho... qual e a coisa mais rápida do mundo...??? O Zézinho responde: -- É uma diarréia... stora... A professora muito indignada : -- Como assim... está brincando... explique isso...
O Zézinho responde: -- Isso mesmo... uma noite eu tive uma diarréia tão forte... que antes que eu pudesse pensar... piscar os olhos... ou acender a luz... já me tinha cagado todo...

Zé Marafado e o seu Fiat 600

Certo dia... estava o Zé na estrada com o seu FIAT 600 e como era de esperar, a lata velha avariou... Então encostou a relíquia na berma e ficou à espera que passasse alguém...
Apareceu um Porsche Boxter bi-turbo... a 170km/h. Nisso o tipo do Porsche faz marcha-atrás e volta até ao FIAT 600... Ele oferece-se para rebocar a porcaria do FIAT e ele aceitou a ajuda... mas pedio para não acelerar muito senão a lata velha desmantelava-se como (óbvio)...
E combinou que piscaria o farol sempre que o Porsche estivesse a acelerar demais... Então... o Porsche começou a rebocar o carro e sempre que passava dos 60km/h, o Zé fazia sinal com o farol (no singular) porque para variar... um deles tinha um curto-circuito e não funcionava... E o tipo do Porsche ia puxando a ( batedeira ) a 60 km/h no máximo...
morrendo de tédio...
Então aparece um Mitsubishi 3000 GT, que ( pica ) o Porsche e este não não vai de modas e arranca... 120, 130, 150, 190, 210, 240 Km/h... O Zé já estava desesperado... a piscar o farol que nem um louco... e os dois alinhados...
Os tipos passam por uma patrulha da polícia... mas nem vêem o radar... que regista uns impressionantes 240 km/h...
daí o polícia avisa pelo rádio a próxima patrulha: -- Atenção... um Porsche vermelho e um Mitsubishi preto a disputar uma corrida a mais de 240 km/h na estrada e ... juro pela minha santa mãezinha... um FIAT 600 colado à traseira deles a dar sinal de luz para ultrapassar...


O Zé Marafado na praia: como estava muito calor ele passou-se dos copos...ahahaah


video

domingo, 16 de maio de 2010

A música da minha vida!...

value="http://www.youtube.com/v/VcO0jbFVhVk&hl=pt_BR&fs=1" name="movie">

Esta musica marcou a minha vida.É um dos meus cantores favoritos.Ha alguns anos atrás,o meu Erik,tinha que viajar com frequencia por motivos de trabalho.Algumas vezes eu o acompanhava,mas muitas vezes fiquei,por motivos da minha vida professional.Ficava triste sem saber o que fazer...a depressão tentava me invadir...Foram momentos de angustia e preocupação.Aí eu propus que nos separássemos...mas o amor foi mais forte e ultrapassou tudo...Em um momento de discussão,parece que o mundo nos derrumbava...Erik,pôs esta musica,e disse-me:olha-me nos meus olhos e escuta:Eu fiquei emocionada,sem palavras...meu rosto se inundou de lágrimas...ao ouvir a letra dessa canção..."Everything I do" (Eu faço tudo por ti )...
Nunca vou esquecer esse dia!...
Já passaram alguns anos e continuamos juntos e felizes!!!!

Algumas vezes,em um momento especial,Erik ,poe essa musica...

joana Mendes

E os meus indicados são:
tereza bolico terezab

william junior william junior

jackie freitas jckief

joão baptista da cunha jbcpoeta

charlesnetto charles netto

junior juniorfera

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Tem pão velho?...


Vou contar um fato corriqueiro que, inesperadamente, me trouxe uma grande lição de vida.
Era um fim de tarde de sábado. Eu estava molhando o jardim da minha casa, quando fui interpelada por um garotinho com pouco mais de 9 anos, dizendo:
- Dona, tem pão velho?



Essa coisa de pedir pão velho sempre me incomodou desde criança.
Olhei para aquele menino tão nostálgico e perguntei:
- Onde você mora?
- Depois do zoológico.
- Bem longe, hein?
- É… mas eu tenho que pedir as coisas para comer.
- Você está na escola?
- Não. Minha mãe não pode comprar material.
- Seu pai mora com vocês?
- Ele sumiu.
E o papo prosseguiu, até que disse:
- Vou buscar o pão. Serve pão novo?
- Não precisa, não. A senhora já conversou comigo, isso é suficiente.

Que poder mágico tem o gesto de falar e ouvir com amor!
Alguns anos já se passaram e continuam pedindo “pão velho” na minha casa…
e eu dando “pão novo”, mas procurando antes compartilhar o pão das pequenas conversas, o pão dos gestos que acolhem e promovem.


Este pão de amor não fica velho, porque é fabricado no coração de quem acredita Naquele que disse:



“Eu sou o pão da vida!”
Verifique quantas pessoas talvez estejam esperando uma só palavra sua.


Tem pão velho?
Antônio Maia

Fonte:mensagens e Poemas

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Para mulheres exemplares!


Sempre se lembre que a pele se
enruga...
O cabelo se torna branco,
os dias se transformam em anos...
Mas o importante não muda...
Tua força e tua segurança
não têm idade.
Teu espírito é o espanador
de qualquer teia de aranha...
Atrás de cada linha de chegada,
há uma de partida...
Atrás de cada engano,
há outro desafio...

Enquanto estiveres viva, sinta-se
viva...
Se fizestes algo diferente,
volte a fazê-lo...
Não vivas de fotos amareladas...
Segue em frente ainda que todos
esperem que desistas...
Não deixes que se oxide o ferro
que existe em ti...
Faz que, em vez de pena,
tenham respeito por ti...
Quando, devido à idade não
possas correr, ande depressa...
Quando não possas andar depressa,
caminha...
Quando não possas caminhar,
usa a bengala...

Mas não pares nunca!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

A origem e historia do Pão!!!...


Historia do pão



Segundo os historiadores o pão teria surgido juntamente com o cultivo do trigo, na região da Mesopotâmia, onde atualmente está situado o Iraque. Supõe-se que a princípio o trigo fosse apenas mastigado.[carece de fontes?]



Acredita-se que os primeiros pães fossem feitos de farinha misturada ao fruto do carvalho a que se chama bolota, landes ou noz. Seriam alimentos achatados, duros, secos e que também não poderiam ser comidos logo depois de prontos por serem bastante amargos. Assim, talvez fosse necessário lavá-los em água fervente por diversas vezes antes de se fazer as broas que eram expostas ao sol para secar. Tais broas eram assadas da mesma forma que os bolos, sobre pedras quentes ou embaixo de cinzas .[carece de fontes?]
A fermentação é o segredo do pão. O pão levedado foi inventado no Egipto onde, há cerca de 6 mil anos seria descoberta a fermentação.


O primeiro pão fermentado teria sido descoberto por acaso. Se uma massa (sem qualquer fermento adicionado) for deixada ao ar, ela irá levedar. Em função das condições de temperatura e umidade, o tempo necessário para a fermentação natural pode variar de entre 4 a 8 horas, mas a massa acabará por levedar. Se antes de cozer a massa se retirar uma porção da massa levedada, obtem-se o fermento para a próxima fornada. A esta forma de fermentação chama-se fermentação natural ou massa velha.




O pão no Antigo Egipto

As vantagens da fermentação e o consumo do pão mais semelhante ao que comemos hoje, era utilizada pelos egípcios há 4.000 anos a.C. No Antigo Egito, o pão pagava salários, e os camponeses ganhavam três pães e dois cântaros de cerveja por dia de trabalho.

Em Israel


As primeiras padarias surgiram em Jerusalém, após o contato com os egípcios, com quem os hebreus aprenderam melhores técnicas de fabricação e obtiveram a receita. Pouco tempo depois, já existia na cidade uma famosa rua de padeiros.

Na Antiguidade Classica


Foi em Roma, por volta de 500 a.C. que foi criada a primeira escola para padeiros, tendo se tornado o principal alimento daquela civilização preparado em padarias públicas.

Na Idade Media


Com o início da Idade Média, por volta do ano 476 da era comum, as padarias acabaram e a produção de pão voltou a ser caseira. Assim, as pessoas voltaram a comer pão sem fermento.

Na Idade Moderna


No século XVII, a França torna-se um destaque mundial na fabricação de pães, desenvolvendo técnicas aprimoradas de panificação.

A industrialozação do pão



O aparecimento da máquina ocorre somente no século XIX, com amassadeiras (hidráulicas ou manuais), com um custo muito alto e também com grande rejeição. Os consumidores mostraram-se “hostis” com o pão feito mecanicamente. Pouco tempo depois surge o motor elétrico e a reclamação passa a ser dos padeiros. Cada máquina substituía dois padeiros.

Fonte:Wikipedia

terça-feira, 4 de maio de 2010

Sorria!!!...Está a ser animado!!!...Parte III


Zé Marafado bebado no café

Um grupo de anões resolve jogar futebol no domingo passado e vão para o
um campo... da escola ao lado do café do Alberto... em Quarteira..

Formadas as equipas... cada um pega no seu equipamento quando reparam que não têm balneários...

Resolvem então perguntar ao Alberto dono do café ao lado se podem utilizar
a casa de banho para trocar de roupa...
O Alberto diz que não há problema nenhum... e lá vão eles entram todos no
café e vão até à casa de banho... vestem-se e começam a sair da casa de banho....

O Zé Marafado que estava sentado ao balcão completamente bêbedo...
vê passar por ele a equipa de azul.... estranha... mas continua a beber...
Quando... ao fim de pouco tempo... vê passar a equipa de vermelho..
vira-se para o Alberto dono do bar e diz:
-- Eu não me quero meter... mas... os bonecos da mesa de matraquilhos estão em fuga...

Zé Marafado e o doutor Casquinha

Doutor Casquinha um velho Médico que sempre trabalhara no meio rural
na aldeia de Alte... achou que tinha chegado a hora de se aposentar depois de ter exercido a medicina mais de 50 anos...

Ele encontrou um jovem médico para o lugar dele o Zé Marafado e sugeriu
ao Zé novo diplomado que o acompanhasse nas visitas domiciliares para
que as pessoas se habituassem a ele gradativamente...

Na primeira casa uma mulher queixou-se que lhe doía o estômago...

O Doutor Casquinha velho Médico respondeu-lhe:
-- Sabe... a causa provável é que você abusou das frutas frescas...
tem de reduzir a quantidade que consome...

Quando eles saíram da casa o Zé disse:
-- O senhor nem sequer examinou aquela mulher... como conseguiu
chegar ao diagnóstico assim tão rápido...????

O Doutor Casquinha responde:
-- Oh... nem valia a pena examiná-la... você notou que eu deixei cair o
estetoscópio no chão...? quando me abaixei para apanhá-lo... notei que
havia meia dúzia de cascas de pessegos... peras... e ameixas verdes impróprias para o consumo no balde do lixo.... é provável que isso ocasionasse as dores estomacais.... na próxima visita você se encarrega
do exame...

Humm que esperteza... pensou o Zé

Na casa seguinte... eles passam vários minutos a falar com uma mulher ainda
jovem... ela queixava-se de grande fadiga...
e diz:
-- Eu me sinto completamente sem forças...

O Doutor Zé disse-lhe então:
-- Você deu provavelmente muito de si para a igreja... se reduzir essa actividade... talvez recupere sua energia...

Assim que deixaram aquela casa o Doutor Casquinha disse para o Zé:
-- O seu diagnóstico surpreendeu-me... Como é que chegou à conclusão
que aquela mulher se dava de corpo e alma aos trabalhos religiosos...???

O Zé responde:
-- Foi facil... eu apliquei a mesma técnica que o senhor me
indicou... deixei cair o meu estetoscópio e quando me abaixei para
apanhá-lo... lá estava o padre Amaro debaixo da cama....

Zézinho Marafado ( filho do Zé Marafado)

O Zézinho está dentro do carro com o pai... e ao passar
pela rua da SIC em Quarteira... avista duas prostitutas na calçada...

O Zézinho pergunta:
-- Pai... quem são aquelas senhoras...???

O Zé... meio embaraçado responde:
-- Não interessa filho... Olha antes para as lojas... Já viste os lindos
brinquedos que têm...???

O Zézinho insiste:
-- Sim... sim... já vi... mas quem são as senhoras e o que é que
estão fazendo ali paradas...???

O Zé sem alternativa lá vai dizendo:
-- São... são... são senhoras que vendem na rua...

O Zézinho admirado... pergunta:
-- Ah... sim... mas vendem o quê...???

O Zé atrapalhado lá responde:
-- Vendem... vendem... sei lá... vendem um pouco de prazer....

O Zézinho começa a reflectir sobre o que o pai lhe disse, e quando chega a
casa, abre o seu mealheiro com a intenção de ir comprar um pouco de prazer
e estava com sorte... podia comprar 50 euros de prazer...

No dia seguinte vai ver uma prostituta e pergunta-lhe:
-- Desculpe... minha senhora... mas pode-me vender 50 euros de prazer
por favor...???

A moça fica admirada.... e por momentos não sabe o que dizer
mas como a vida está difícil... ela aceita....
Porém... como não poderia agir de forma... normal...
com o garotinho leva o Zézinho para casa dela e prepara-lhe seis pequenas
tortas bem gostosas de morango e chocolate....

Já era tarde quando o Zézinho chega a casa...
O Zé preocupado pela demora do filho pergunta-lhe:
-- Zézinho onde tu estavas filho...???

O Zézinho olha para o pai e diz:
-- Fui ver uma das senhoras que nós vimos ontem... para lhe comprar um pouco de prazer...

O Zé fica amarelo e pergunta:
-- E... e então... como é que foi...?????????

O Zézinho responde:
-- Bom... as quatro primeiras não tive dificuldade foi só trincar...
a quinta levei quase uma hora e a sexta foi com muito sacrifício...
tive quase que empurrar para dentro com o dedo...
bem mas eu só tive prazer nas primeiras três as outras só foi
para mostrar que sou um Marafado e limpo o prato






.
.
.

domingo, 2 de maio de 2010

Sorria!!!...está a ser animado!!!...Parte II


Zé Marafado

O Zé finalmente conseguiu realizar o seu sonho
de comprar um Audi A4 1.8T... automático e conversível...

Então... numa bela tarde... se mandou para a auto-estrada
Via do Infante para testar todas as capacidades do seu belo carro...

Capota abaixada... o vento na cara... o cabelo voando ao vento...
resolveu ir a fundo...

Quando o ponteiro estava chegando nos 120... ele viu
que um carro da GNR de Transito o perseguia com a sirene
a mil e as luzes piscando...

O Zé pensou... mas não vão alcançar este Audi de jeito nenhum...
e atolou o pé no acelerador....

O ponteiro marcou 140, 160, 200... e a patrulha atrás...
Que loucura ele pensou e então resolveu encostar....

O guarda veio... pediu os documentos... examinou o carro e disse:
-- Eu tive um dia muito duro hoje... e já passou do horário do meu turno...
se me der uma boa desculpa... que eu nunca tenha ouvido...
para dirigir desta maneira e a esta velocidade... deixo você ir embora...

E o Zé pensou um pouco e disse:
-- Na semana passada... minha mulher fugiu com um GNR de Transito...
e eu tive medo de que fosse ele... querendo devolvê-la...


Zézinho Marafado ( filho do Zé Marafado )

O Zézinho ainda bebé vai com a (mãe) ao médico...
Ela leva o Zézinho ao consultório do pediatra...
Depois da apresentação... o médico começa a examinar...
o Zézinho e vê que o seu peso está abaixo do normal
e pergunta:
-- O bebê bebe leite materno ou de mamadeira...???

Ela responde:
-- Leite materno...

Então o médico disse:
-- Então... por favor... mostre-me os seus seios...

Ela mostra... e o médico toca... apalpa... aperta ambos os seios... gira os dedos nos mamilos... primeiro suavemente... depois com mais força... coloca as mãos em baixo e os levanta... uma vez... duas vezes... três vezes... num exame detalhado...

O médico... sacode a cabeça para ambos os lados e diz:
-- Pode vestir a blusa...

Depois dela estar novamente composta o médico diz:
-- É claro que o bebê tem peso a menos.. a senhora não tem leite nenhum...

E ela responde:
-- Eu sei doutor... eu não sou a mãe do bebé... sou a Ti-bia a avó...
mas adorei exame...



Zé Marafado

O Zé um belo dia vai á feira de Beja ( Ovibeja ) e encontra lá uma bela moçoila era a Maria...

E logo o coração bateu louco de paixão...
foi aquele AMOR á primeira vista ou á primeira olhada... mal os olhos
bateram...

O namoro se desenvolveu e um dia o Zé pediu a moça em casamento

A Maria disse :
-- Tenho de te apresentar aos meus pais primeiro...

O Zé concordou e assim foi num belo dia á casa dos pais da Maria...

A Maria então disse:
-- Zé este é o meu pai Tizé Chaparro e esta é minha mãe Esperancinha

Passado uma hora depois... ficarom sós ...

E o Zé diz:
-- Olha meu Amor... eu te Amo muito.... muito mesmo mas já não quero casar

A Maria fica pedrificada e pergunta:
-- Porque mas pk Zé.... mas pk... mas pk... mas PORQUEEEEE...

O Zé responde:
-- Eu te AMO MUITO... mas casar NÃO.... uma sogra chamada
Esperança não... se a esperança é a ultima a morrer...






.
.
.

sábado, 1 de maio de 2010

Aquele presente inusitado!!!...


Jhonny era uma criança extrovertida e curiosa ,queria saber tudo :o como e o porque das coisas!...
Com sua personalidade forte mas com coração meigo e bondoso,era muito querido por todos!...

Pela sua teimosia ,portou-se mal,como qualquer adolescente nessa idade(tinha 12 anos).A sua mesada foi cortada,como castigo.

Era o Dia da Mãe!
Logo pela manhã veio felicitar-me e com um lindo ramo de rosas(Eram tão lindas!!!),disse:"Mãe ,es a melhor mãe do mundo,adoro-te!"
Abri o envelope rosado,muito lindo,e li o bilhetinho:
" Mãe,comprei estas flores com o esforço do meu primeiro trabalho...nunca vou esquecer esse dia!...mas estou feliz por ter conseguido oferecer-te estas rosas que tu tanto gostas! Adoro-te!!! "

Passados uns dias,a minha vizinha perguntou:
Gostou das flores?!...Sabe,seu filho veio aqui pedir-me para eu lhe deixar cortar a relva e limpar o jardim,pois precisava de um dinheirinho para o dia da mãe!.

Não pude dizer nada...fiquei sem palavras...

São estes pequenos gestos que nos fazem lutar na vida...e não os esquecemos nunca!!!

Joana Mendes